EDITORIAL

Reportagem

Debate

Análises

JHQ

Entrevista

Sessão Cultural

Reportagem

Resistir para transformar

Comunicação é uma palavra carregada de ambiguações.... Nas Artes (que também são tipos de comunicação), nem tudo precisa ser “a verdade nua e crua”. 

Videocast

O exílio da transgressão

Editorial

... Contracultura é romper, por definição. Ao passo que sua constante insurgência também a faz tradição. É a tradição de romper com a tradição. Ultrapassar o estabelecido no presente e abrir uma janela, profunda e perene, para o novo. De fato, a contracultura é a mãe de toda a cultura...

Ideologias Ocultas

Juliana Dorneles

 

Como eu, antes de pesquisar para escrever este texto, talvez muitos outros tenham uma visão errada do que é o movimento punk. Por participarem de uma minoria populacional, eles não são um objeto de estudo da sociedade. Ou seja, o que a “tribo” realmente defende é desconhecido ou, no mínimo, obscuro para o público. 

Análise

Punks

Análise

Luiz Gustavo Santos

 

“A Liga”, programa apresentado na Band, mostra o outro lado. De forma diferente. Artes contraculturais são pautas pertencentes ao estilo do programa. Outras emissoras de tevê como a Globo e o Sbt mostraram como rappers atingiram o reconhecimento, mas não como o programa da Band. 

Se liga

Rap

Análise

Um legado inconformista

Thamires Mattos

 

Estudiosos se questionaram sobre a solidez da “filosofia hippie”, mas seus valores estavam mais que vivos na mente da sociedade pós-guerra. Quem nunca se sentiu inconformado com o sistema ou a sociedade em geral? Para muitos, isso é um “estado permanente de espírito” – algo intrínseco e intenso.

Hippies

Debate

Kelson Almeida

 

Se enxergássemos talvez o mundo a nossa volta como um verdadeiro organismo lutando para manter-se vivo, em equilíbrio e harmonia, poderíamos entender como os participantes e componentes desta grande construção se encaixam, se conectam e interagem para manter a ordem necessária e fazer o mundo evoluir uniformemente – ou não.  

O Prometeu contracultural

Debate

Nathália Lima

 

Contracultura é - nada mais, nada menos que – um grande movimento contra tudo o que vemos de cultural e massificado por aí. É manifestação pura, dividida por tribos (grupos, clubes) que disseminam ideologias inovadoras, sejam elas relacionadas à música, às vestimentas ou ao comportamento em sociedade. 

O que é contracultura?

Análise

Bons ou maus?

Aline Oliveira

 

Ao ouvir a palavra hacker, o que te vem à mente? Provavelmente um indivíduo que entende muito de informática, invasor de sistemas computacionais, criminoso virtual, que usa a suas habilidades para prejudicar outros na internet. Por exemplo, divulgar dados privados na rede. E é exatamente isso que a mídia informa e ensina sobre esse grupo. Mas esse é realmente o significado da expressão? 

Hackers

JHQ

Sabrina Cristo e Thamires Mattos

Entrevista

Nathália Lima

 

O Rap faz parte do movimento de Contracultura. Proveniente de realidades contraditórias, problemáticas, utiliza a música para trazer à sociedade assuntos que passam despercebidos. Mas não mostra apenas o problema, faz com que seu público entenda e mude o pensamento a respeito de muitos assuntos  através da aplicabilidade, da história cantada. O Canal conversou com o rapper Fábio Danillo. Conhecido como FD3 é natural de Artur Nogueira – SP e começou a mostrar sua opinião por meio da música cedo, com apenas nove anos de idade. Hoje, com 19 anos, já é ganhador de três prêmios nacionais por causa do Rap. 

Rap como ferramenta social

Andréia Moura

 

Comecei a assistir  "Exit Through the Gift Shop" sem muitas expectativas. Mas confesso que o documentário (que traz consigo o terrível questionamento: é realidade ou ficção?) me levou por profundos caminhos de reflexão. O filme, dirigido por Banksy, me fez pensar sobre o valor e sentido da arte (eles existem de fato?); a construção do "eu", da identidade; a ironia dos padrões e comportamentos; a efemeridade de nossas concepções sobre arte e cultura. 

Qual o sentido da arte?

Sessão Cultural

Análise

Saber é fundamental, explicar é obrigatório

Nathalia Lima

 

A manifestação Hipster começou nos anos de 1940, relacionada e marcada por pessoas que gostavam de jazz urbano afro-americano. O gênero sofreu modificações até se tornar, na cabeça de muitos, apenas um estilo urbano de gente que “usa roupas diferentes para chamar atenção”. 

Hipster

Crônica

Discurso da Revolução Cosplay

Daniela Fernandes

 

A circunstância na qual nosso povo vivia há tempos era vexatória. O mundo era cheio de pessoas que ainda se preocupavam em como são vistas pelas demais. Se apegavam ao externo para serem aceitas em determinados grupos. Que fase aquela…

Da redação

 

Há pouco mais de 40 anos acontecia o mais emblemático festival de Rock do planeta. Woodstock. O encontro é, até hoje, o maior evento já relacionado ao movimento Hippie. O ano, 1969. Nesta mesma época o mundo viu o homem chegar a lua e se reestabelecia da guerra no Vietnã. Woodstock, em toda sua glória contracultural uniu...

Tudo aconteceu em Woodstock

Sessão Cultural

SEMANA - A gente comenta!

Daniela Fernandes

Aline Ludtke

Thamires Mattos

Livros em papel ou Ebooks?

Minorias Sociais

Discurso do ódio

Água? Conscientização!

Nathália Lima

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now